Prêmio Caio

Detalhe do Case

Prêmio Caio 20ª Edição

Case: Jovens Tardes

Candidato: Globo
Cliente: Globo
Segmento: Eventos
Estado:

O Jovens Tardes tem a proposta de apresentar e dar espaço para novos talentos do cenário musical. Os shows são gratuitos e acontecem em locais abertos e fechados, como em praias, praças e shoppings que estão localizados na área de cobertura da Globo no Rio.
O projeto já apresentou mais de 70 shows, passando por locais como Copacabana, Circo Voador (Lapa), Madureira, Jacarepaguá, Barra, Niterói, Itaboraí, Bangu e Queimados. Em 2018, o Jovens Tardes ampliou o formato para levar ao palco três shows por edição, o que remete ao evento uma característica de festival. Dentre as atrações que já se apresentaram estão as bandas 1Kilo, Um44k, Melim, Scracho, Braza e 3030, grupos que hoje têm grande visibilidade na cena musical. As apresentações são sempre mediadas pelo elenco da emissora que tenha sinergia com o público, em geral de 16 a 30 anos, que participa do projeto.
Com produção da Globo e parceria da Som Livre, os álbuns de todas as edições do Jovens Tardes estão disponíveis em plataformas digitais.

Vídeo

Galeria de Fotos

O projeto tem como objetivo promover e estimular a diversidade de gêneros musicais, inserindo a cultura jovem como protagonista. O Jovens Tardes é um potente encontro musical, uma opção de entretenimento e um dispositivo troca entre artistas, produtores e o público jovem. É a chance de um artista apresentar seu talento em um projeto de uma marca de tamanha relevância e alcance no país. O desafio constante do projeto é a conexão com esses jovens, buscando tornar a Globo relevante para esse público, seja ele um consumidor ativo, em formação ou um futuro talento. A aproximação com esse público-alvo significa estar em constante renovação e garantir que estejam próximos à marca, tanto acompanhando à programação na TV, quanto participando dos eventos de ativação. Também quanto ao engajamento, o projeto alterou o formato do Jovens Tardes para um evento com características de mini festival, com a apresentação de três bandas por atração. Dessa forma, ampliando a programação, a emissora conseguir unir uma banda ou músico que ainda não é conhecida no cenário musical, mas que a emissora gostaria de dar visibilidade nos palcos do projeto, com nomes que já aparecem como destaques da música.  

O projeto tem como objetivo promover e estimular a diversidade de gêneros musicais, inserindo a cultura jovem como protagonista. O Jovens Tardes é um potente encontro musical, uma opção de entretenimento e um dispositivo troca entre artistas, produtores e o público jovem. É a chance de um artista apresentar seu talento em um projeto de uma marca de tamanha relevância e alcance no país. O desafio constante do projeto é a conexão com esses jovens, buscando tornar a Globo relevante para esse público, seja ele um consumidor ativo, em formação ou um futuro talento. A aproximação com esse público-alvo significa estar em constante renovação e garantir que estejam próximos à marca, tanto acompanhando à programação na TV, quanto participando dos eventos de ativação. Também quanto ao engajamento, o projeto alterou o formato do Jovens Tardes para um evento com características de mini festival, com a apresentação de três bandas por atração. Dessa forma, ampliando a programação, a emissora conseguir unir uma banda ou músico que ainda não é conhecida no cenário musical, mas que a emissora gostaria de dar visibilidade nos palcos do projeto, com nomes que já aparecem como destaques da música.  

Galeria de Fotos

A curadoria do projeto é formada por uma equipe de jovens produtores que buscam, em diferentes plataformas e redes, artistas e movimentos musicais contemporâneos em início de carreira e ainda sem projeção no mercado. Além da procura por um novo artista, os curadores do Jovens Tardes passaram a escolher três atrações para cada edição com o objetivo de ampliar o projeto para um festival e atrair o público para um evento ainda maior. Em todas as edições, contemplamos também um artista da região para dar visibilidade aos talentos locais, além de escolher, entre as três bandas, uma atração jovem que já está com a carreira consolidada no mercado. Ainda para atrair e aproximar o público da marca Globo, o Jovens Tardes faz uma seleção de talentos da casa que tenham sinergia com o projeto, como os atores Nicolas Prattes e Sophia Abrahão – nomes engajados com o público alvo do evento. Os convidados do elenco apresentam as atrações e ainda promovem o engajamento da plateia com um quiz de perguntas relacionadas à programação. A nova identidade visual e cenografia contribuíram com a comunicação do projeto para um público jovem. É colorida, descolada e os ícones conversam com a temática musical do evento.

Galeria de Fotos

A visibilidade gerada aos artistas que já se apresentaram no Jovens Tardes resultou em alguns pontos de destaque, como o intercâmbio cultural entre os músicos e a criação de novas parcerias entre eles. Além disso, conquistamos parceria com a Som Livre, que tangibiliza o projeto ao lançar, em cada temporada, um álbum digital com todas as atrações que passaram pelo Jovens Tardes. Esta sinergia entre empresas do Grupo Globo eterniza a participação dos talentos no projeto, disponibiliza o trabalho a um número maior de pessoas e ajuda na formação do portfólio desses artistas. Durante todas as edições, a Globo traça uma estratégia de comunicação que envolve ações com a imprensa, inclusive com esforços de divulgação nos veículos da emissora, ativação nas redes sociais, publicação de matérias na página da rio.globo.com e elaboração de peças online e off-line, proporcionando ao artista grande visibilidade na mídia e portfólio de trabalho. Ainda como parte da divulgação, veiculamos filmes publicitários na grade da Globo, na semana do evento, para convidar o público a conhecer os artistas. 

Galeria de Fotos