Prêmio Caio

Detalhe do Case

Prêmio Caio 20ª Edição

Case: Brasil em Código 2018

Candidato: Bueno Arquitetura Cenográfica
Cliente: GS1 d Brasil
Segmento: Serviços
Categoria: Cenografia

Brasil em Código é uma conferência Internacional realizada pela GS1 Brasil - Associação Brasileira de Automação. Promovida em São Paulo pela GS1 Brasil, a edição de 2018 aconteceu no dia 5 de julho, no Hotel Unique. 
O encontro promove palestras e debates com especialistas de mercado sobre as transformações que a tecnologia têm trazido às empresas e aos consumidores. Anualmente o evento reúne aproximadamente 400 pessoas e também é transmitido pela internet.
Executivos e decisores de diversos setores da economia, além de representantes de órgãos governamentais, têm a oportunidade de conhecer e ter novas experiências de aplicação de novos sistemas de automação em logística, indústria, saúde e varejo.
Sob o tema "Tudo conectado a tudo", o encontro promoveu uma tarde de networking entre profissionais das principais empresas do país e especialistas em tendências de tecnologia, indústria e logística e recebeu nomes como Ronaldo Fragoso da Deloitte, Carlos Santiago da Mercedes-Benz; Fernando Caprioli da Tetra Park; Daniel Scuzzarello da Siemens.

 

Processos como de digitalização e de mobilidade transformam a gestão de dados que são gerados diariamente nas instituições públicas e privadas. O conceito da indústria 4.0 transcendeu e é capaz de  envolver todos os setores da economia do país. Com tudo e todos conectados, a conferência propôs uma reflexão sobre quais os impactos de todas as transformações no modelo tradicional dos negócios. 
Hoje entregamos resultados em tempo real e isso mudou completamente o perfil dos profissionais e dos consumidores. Como ficam as empresas diante disso? Este foi um dos caminhos que os visitantes da Brasil em Código visitaram. Além disso, a revolução industrial; digitalização na indústria 4.0; block chain entre outros temas permearam as discussões apresentadas pelos palestrantes. 
Este evento é extremamente relevante aos profissionais que estão vivendo as constantes transformações que a tecnologia têm trazido ao nosso dia a dia. Principalmente pelo atual momento de transformação em que Brasil passa, onde a indústria 4.0 pode se tornar um importante fator no desenvolvimento do país. 

Galeria de Fotos

Tecnologia é o combustível para a conferência Brasil em Código. As mais diversas conversas em torno do assunto são debatidas entre os corredores do evento. Para onde você olha é possível encontrar tecnologia. Todos estão conectados. 

Diante desta visão, a GS1 elegeu o tema da 8ª edição como “Tudo conectado a tudo”. Como realmente é. Hoje temos tudo hiperconectado. Celulares, computadores, carros, eletrônicos. E o ser humano como parte fundamental desta relação.

Os projetos da conferência Brasil em Código são realizados pela BUENO Arquitetura Cenográfica há quatro edições, mas a relação entre as empresas se estende a mais de uma década: desde de 2002. Por isso, é tão importante que a história construída até aqui tenha tanto valor.

Falar sobre tecnologia sempre será desafiador. Indústria 4.0, internet das coisas, armazenamento em nuvem. Tudo pode chegar a ser tão abstrato que torna-se difícil criar formas possíveis de se comunicar esta mensagem: conexão.

Nesta edição, houve o desafio de conectar não somente as pessoas, mas tudo que a tecnologia permita. A BUENO foi a responsável pela cenografia da plenária, sala VIP dos palestrantes, sala imprensa, credenciamento e o espaço de relacionamento, coffee e Coquetel que é a menina dos olhos do cliente depois do palco. Em cada um destes ambientes haviam pelo menos duas coisas: pessoas e tecnologia.

O ambiente transpirava tecnologia. No chão, nas paredes e, principalmente, no teto. Um dos recursos mais utilizados neste projeto foram os elementos aéreos. Na plenária, que foi o maior impacto para os participantes, um grande elemento circular com 17m de diâmetro, com imagem de universo impressa, pairava sobre a platéia, ornamentado com mangueira de led branca intensificando ainda mais o conceito de tecnologia e conexão, fazendo uma interligação de forma transversal em toda sala com essa linha de luz, representando a conexão de tudo e todos que estavam nessa sala. O palco com uma tela de projeção de quase 30 metros, também todo contornado por mangueiras de led e elementos tridimensionais, trouxeram muita harmonia ao conceito do tema proposto, imergindo os participantes nesse grande espaço temático, totalmente emoldurado pelos temas abordado pelos palestrantes.  

O destaque especial também vai para os componentes aéreos do lounge de relacionamento que através de uma linha curva rasgando o teto, formava as interligações dos espaços, trazendo toda personalidade ao ambiente,com uma iluminação que se enxergava de qualquer lugar do evento. Foram criados espaços de conexões com elementos de isopor recortados em linhas de conexões e complementados por fechamento em cordas, que iluminados parecem abduzir as pessoas em cápsulas de pura tecnologia. Todos os estandes de negócios foram interligados por mangueiras de leds, também intercalados ao elemento aéreo, Linhas e cordas nas instalações das ilhas cenográficas e a utilização de técnicas com luz de LED, permitiram criar uma conotação virtual, mas que ao mesmo tempo conectava os assuntos com as pessoas. Isso foi percebido entre todos os ambientes.

Destaque-se o grande empenho da equipe de montagem. Para este evento a BUENO teve apenas uma madrugada para equipar todos os ambientes dispostos no projeto, que por si só era de uma grande complexidade. Por isso, organização e agilidade são palavras fundamentais para os profissionais que ficam a cargo de tirar do papel tudo o que foi projetado por meses. Nesta edição, isso foi ainda mais requerido. 

Os LEDs são elementos incríveis, mas que geram mais trabalho no momento de montagem. São os últimos a serem instalados e por isso foi preciso ter cuidado com o tempo para que fosse possível aplicar todos os itens detalhados no projeto, sem perder a qualidade proposta.

Os elementos aéreos também ganharam vida por todos os ambientes e precisaram de mais atenção para a montagem, já que permanecem suspensos durante o evento inteiro e são parte fundamental da comunicação que remetia a conexão entre pessoas e tecnologia.

Quando alcançamos o objetivo de um cliente é sucesso na certa. O Brasil em Código buscava conectar pessoas, na busca por um compartilhamento de tendências, experiências e inovação. Por isso, a cenografia não poderia ficar para trás. Ela é a alma que permite pulsar tudo o que se vive em cada espaço. É o que dá vida às sensações esperadas e planejadas pelos realizadores.

Trazendo a tecnologia como premissa, foram incluídos também elementos naturais como o paisagismo que colaborou com um movimento mais humano em meio a tanta tecnologia. Trabalhando em conjunto com os LEDs, cada ambiente foi harmonicamente estruturado para resplandecer o que a tecnologia era capaz de promover em cada um.

Um ciclo contínuo, caracterizado pelas linhas desenhadas por todo espaço, colaboravam com a ideia de que o projeto todo era uma coisa só. Por cada ambiente acessado era possível entender onde se queria chegar: na colaboração, construção e inovação.

O auditório ganhou um destaque, pois era o local onde os participantes mais permaneceram, tendo acesso à diversas palestras e debates. Trazer as curvas, os tecidos e a iluminação colaboraram com a concepção do evento inteiro. Entre tais elementos, um destaque especial a estrutura aérea circular, com tecido impresso que possibilitou um efeito diferente de tudo o que havia sido projetado nas edições anteriores do Brasil em Código. O recurso de expandir a cenografia para o teto, saindo da verticalidade do fundo de palco, foi utilizado de forma inteligente e muito sensível, já que este círculo centralizado sobre a platéia trouxe a sensação de estarmos dentro de um globo, imersos à uma realidade paralela.

A expertise de uma empresa de arquitetura cenográfica é sempre muito relevante para qualquer tipo de evento. A vida que um encontro deste tipo pode tomar vai depender de um projeto bem alinhado, criatividade e confiança. É preciso que o cliente esteja seguro de colocar seu evento nas mãos de uma outra empresa e deixá-la tornar real aquilo que muitas vezes nem é possível de traduzir em palavras. A GS1 caminha com a BUENO há 17 anos e acredita no valor de uma cenografia bem projetada e em acordo com a linha de cada edição. 

As luzes, as linhas, as curvas. No Brasil em Código tudo tinha vida, embora se tratasse de temas tão virtuais e aparentemente inanimados. As conexões criadas vão muito além de códigos, de compartilhamentos. Mas se formam no momento em que cada um se permite ser tocado de alguma forma. Onde o networking acontece, onde o palestrante compartilha seu conhecimento, por um lugar que se permite conhecer mais do que se sabe.

A BUENO criou uma linha, por onde a história da 8ª edição pôde caminhar. Em cada ambiente era possível reconhecer as trocas, ligações e engajamento que o evento se propõe a realizar. Todos puderam ver e comprovar isso caminhando todos os ambientes. Sem perceber, os visitantes imergiram em espaços propício para ouvir o quanto o mundo tem se transformado. 



 



Inovação, tecnologia e pessoas é a receita do Brasil em código. A linguagem que a

BUENO se apropriou foi a mesma. O quanto o mundo se conectou? O que nós podemos conectar? Foi visível as experiências que os participantes viveram durante este dia. Não era do virtual para o real, mas tudo isso junto. era digital e ainda assim tão sensível ao que cada um é.

O cliente desejava que cada espaço falasse de um mesmo fator: conexões. Seja em um palco. Sejam em lounges, salas ou até mesmo no credenciamento. O valor de uma cenografia bem pensada é que nada é uma coisa separada da outra. É tudo um mesmo projeto, fruto de um mesmo briefing.  

A experiência proposta com a interatividade, tecnologia e inovação foi um recurso estendido por todos os 2000 m² de cenografia do Hotel Unique que foi habitado pelo Brasil em Código.